Bem- vindas (os) à IV Conferência Internacional sobre Humanização do Parto e Nascimento.

Conversas Rehunidas

A ReHuNa tem o orgulho de apresentar uma inovação na Programação da Conferência Internacional sobre Humanização do Parto e Nascimento. Este ano teremos as primeiras, com esperança de que sejam as primeiras de muitas Conversas ReHuNidas.
As Conversas ReHuNidas serão inseridas na parte da tarde nos dois dias de Conferência (28 e 29/11), de 16:00 à 17:00, no quadro dos Espaços Dialogados e Palestras. 

O que queremos?

Para quem é a IV CIPHN?

  • Fisioterapeutas
  • Gestantes
  • Suas/seus parceiras/os e suas famílias
  • Gestoras/es
  • Neonatologistas
  • Obstetras
  • Obstetrizes
  • Organizações de mulheres​
  • Parteiras
  • Psicólogas/os
  • Sanitaristas
  • Terapeutas corporais
  • Profissionais de saúde e da mídia 
  • Agentes de saúde
  • Assistentes sociais
  • Cientistas sociais
  • Consumidoras/es
  • Doulas
  • Educadoras perinatais
  • Enfermeiras

O que se pode esperar da IV CIHPN?

O tema da IV Conferência é “Acolhendo experiências e irradiando mudanças”, sendo este também seu objetivo principal. Desejamos ainda, dar visibilidade ao muito que vem sendo feito para tornar parto e nascimento experiências fortalecedoras para a mulher e sua/seu recém-nascida/o, retirando dessa vivência a conotação de momento de grande sofrimento. Além de focar nas experiências e realizações do Brasil, abriremos espaço importante ao que ocorre em todas as partes do mundo, com a Mostra Internacional de Boas Práticas na Gestão e na atenção perinatal, uma vez que essas propostas de humanização da atenção ao Parto e Nascimento hoje estão incorporadas às políticas públicas, no Brasil e em países como o México e Espanha, dentre tantos outros.

  • Difundir e aprofundar o conhecimento sobre Humanização do Parto e Nascimento;

  • Dar visibilidade a experiências exitosas de Humanização e redução de cesáreas desnecessárias no Brasil e no exterior;

  • Sensibilizar novos parceiros na estruturação de serviços humanizados na assistência à gestação e ao parto e nascimento;

  • Discutir novos conceitos e experiências sobre o nascimento fisiológico nas diferentes culturas e sociedades.

  • Facilitar o intercâmbio de saberes entre pesquisadoras/es, universidades, centros de pesquisa, órgãos públicos, maternidades, casas de parto, profissionais autônomas/os e usuárias.

Rehuna
ABENFO Nacional
NESP
UnB
UNFPA
Organização Transamericana de Saúde
EBSERH
CONASEMS
CONASS
SUS
Ministério da Saúde

Apoio:

CAPES
Secretaria de Turismo Governo de Brasília
QUADRIX
MEC
Unicef
Secretária da Criança do DF
ANEP
CÂMARA LEGISLATIVA
Secretária do saúde DF
GDF
Adosul
Associação das doulas Adoal
Roda da Luz
Associação mato grosso
GDF
Organização Transamericana de Saúde
IV Conferência Internacional sobre Humanização do Parte e Nascimento